Terminada a temporada para o CSKA Moscovo na Liga russa de futsal, após a eliminação diante do Viz Sinara, os portugueses estão todos de saída, assim como o brasileiro Divanei.

Através da sua página de Facebook, Fernando Cardinal revelou ter terminado «mais uma caminhada» na sua carreira e refere que «não havia condições para continuar».

O jogador diz sair de «cabeça erguida» uma vez que foi o melhor marcador da fase regular com 29 golos.

Através da mesma rede social, Divanei revelou que também não continuará na Rússia e refere que é tempo de «estudar novas propostas»

No que diz respeito à equipa técnica, o treinador Paulo Tavares e o seu adjunto Nuno Dias são os outros dois portugueses que abandonam o clube.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.