Depois dos dois primeiros minutos de jogo terem sido mais divididos entre as duas equipas, o Benfica tomou o controlo da partida e pressionou o Sporting de sobremaneira.

Arnaldo deu o primeiro aviso aos 3m15s, rematando ao poste. César Paulo deu o segundo aviso, um minuto depois. Sozinho na área, o pivot brasileiro atirou para uma boa defesa de João Benedito. Há terceira foi mesmo de vez. Pedro Costa fez um lançamento lateral para Gonçalo Alves e este, longe da área, rematou de pronto e colocado fazendo o primeiro golo do encontro.

Os leões pareciam não conseguir desenvencilhar-se da pressão alta imposta pelos jogadores encarnados. Vendo esse facto, o treinador Paulo Fernandes pediu um desconto de tempo, decorridos 4 minutos da primeira parte.
A partir de então, o Sporting começou a aparecer um pouco mais na partida. Alex fez o primeiro remate dos leões com verdadeiro perigo aos 6 minutos.

A verdade é que se existia um maior equilíbrio, as oportunidades mais flagrantes de golo continuavam a pertencer ao Benfica, essencialmente fruto do grande trabalho na área feito por César Paulo. O pivot, por várias vezes, teve a possibilidade de aumentar a contagem.

Valeu sempre ao Sporting a grande inspiração de João Benedito. O guarda-redes e capitão de equipa, que recentemente renovou com o Sporting, fez defesas praticamente impossíveis.

A catorze segundos do fim, o Benfica beneficiou de um livre de dez metros, pois o Sporting fez a sua sexta falta no encontro. Joel Queirós chamado à conversão falhou na primeira tentativa, mas o lance foi repetido, devido ao facto de João Benedito ter saído fora da sua área para defender o remate. Na 2ª tentativa, o pivot encarnado voltou a falhar.

No entanto, quando tudo parecia que o intervalo iria chegar com o Benfica em vantagem, eis que uma pequena desatenção dos jogadores encarnados mudou tudo. Na sequência de um lançamento feito por João Benedito, a escassos seis segundos do fim da primeira parte, Cardinal recebeu a bola na àrea encarnada tocou para Evandro e este só teve de encostar, fazendo o golo do empate.

Um balde de água fria para os adeptos encarnados, perante a exibição protagonizada pela equipa do Benfica durante esta primeira parte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.