O Sporting conquistou, este domingo, o título de campeão de futsal ao vencer o Benfica, no prolongamento, por 5-3.

No final do encontro, André Lima defendeu que a sua equipa foi superior, faltando apenas maior eficácia na finalização: “O Benfica foi superior em todos os aspectos mas quando a bola não entra, o que é que uma pessoa há-de dizer? O Sporting marca dois golos em erros individuais, perdas de bola do último jogador. Marca um golo de quatro para três e até aí teve sorte, enquanto nós fizemos uma avalanche de lances de ataque, chegando a ser massacrante”.

Para essa menor eficácia do Benfica, André Lima justificou com a boa exibição do guarda-redes do Sporting Cristiano.

O técnico encarnado fez ainda referência à expulsão de Ricardinho, considerando-a estranha, tendo em conta o mesmo tipo de comportamento tido em campo por outros jogadores do Sporting e que não foi punido da mesma forma.

À margem dessa análise, André Lima acabou por dar os parabéns ao Sporting pelo título conquistado: “Há que dar parabéns ao Sporting, são dignos vencedores. Todos os jogadores do Sporting, menos um (referindo-se a Cardinal), foram dignos campeões. Trabalharam, suaram, lutaram para ser campeões e tenho que lhes dar os parabéns”.

André Lima não terminou sem deixar uma palavra de apreço ao técnico do Sporting, Paulo Fernandes, que está de saída de Alvalade: “Merece o título porque tem dado muito ao futsal e eu dou-lhe os parabéns porque fez um bom trabalho à frente do Sporting.”

Veja aqui o vídeo da conferência de imprensa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.