Na base desta decisão, entendeu aquele organismo ter-se dado como provado a agressão do atleta a elementos da equipa de arbitragem, no decurso da época anterior, enquanto jogava pela equipa de futsal sadina, mais concretamente no jogo com o Almodovarense em Março de 2009.

O atleta já na época anterior enquanto ao serviço do Àguias S. Gabriel da AF Setubal, havia sido punido por este organismo em 6 meses de suspensão, por ofensas corporais à equipa de arbitragem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.