Com incerteza no resultado até ao final, o Modicus conseguiu superiorizar-se ao SC Braga e garantir um triunfo nas grandes penalidades, depois de um empate a três golos no tempo regulamentar, marcando assim presença nas meias-finais da primeira edição da Taça da Liga.

O SC Braga teve sempre em vantagem no marcador, e entrou para o último minuto a vencer por 3-1. Porém dois golos da equipa de Sandim nos instantes finais, haveria de levar o jogo para a decisão através dos pontapés.

Os golos dos bracarenses foram apontados por André Machado (14’), Paulinho (25’ e 33’). Já o Modicus marcou por Norinho (28’), Ricardinho (39’) e Tiago Brito (40’, auto-golo).

O treinador do SC Braga, Paulo Tavares, considerou, em declarações à TVI 24, que os seus jogadores “muito incompetentes”.

“Tivemos o jogo na mão e nos últimos três minutos fomos muito incompetentes. E o primeiro incompetente fui eu. Tínhamos obrigatoriamente que estar nas meias-finais”, afirmou.

Já o treinador do Modicus, Emídio Rodrigues, considera justo o triunfo de uma equipa que arriscou tudo: “Foi uma grande prenda para os jogadores que trabalharam muito. Na parte final arriscámos tudo, conseguimos empatar e fomos felizes nas grandes penalidades”.

O adversário do Modicus sairá do jogo entre o Sporting e o Burinhosa que se disputa às 18h30 desta quinta-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.