O Benfica conquistou o título português de futsal depois de vencer o Sporting em Odivelas no quarto jogo da final, num encontro que teve que ser decidido com recurso à marcação de grandes penalidades (3-2).

Joel Rocha, treinador da equipa de futsal do Benfica, sublinhou que apesar das emoções vividas no dérbi as equipas respeitaram-se sempre mutuamente. O técnico desvalorizou os incidentes ocorridos no pavilhão após o final do quarto jogo da final.

"Nas grandes penalidades existiram momentos de grande emoção exterior, que acabam por prejudicar quatro jogos que foram notáveis entre as duas equipas, mereciam melhor do que aquilo que aconteceu, mas mesmo dentro do campo, entre frustrações e alegrias, nenhum dos intervenientes deixou de se respeitar até ao fim. Obviamente do lado de fora há sempre mais emoção e mais paixão", disse.

O timoneiro dos 'encarnados' reconheceu que na primeira parte o Sporting foi superior, mas salientou a capacidade da equipa que possibilitou dar a volta aos acontecimentos.

"Na primeira parte o Sporting apareceu mais bem preparado que o Benfica. Na segunda parte, mesmo após o 2-0, o Benfica tentou ser fiel à sua identidade. No prolongamento, o Sporting tentou chegar à vantagem através de um cinco para quatro, mas não foi tão objetivo porque sabia se sofresse um golo perderia", analisou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.