Em declarações ao ‘site' da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Nilson explicou que "é sempre um prazer rever a família" depois de um período longo em que a seleção portuguesa de futsal não se concentrou devido à pandemia da COVID-19 e que este estágio que decorre na Cidade do Futebol servirá para "relembrar alguns conceitos do jogo".

O jogador, que trocou o Sporting de Braga pelo Benfica esta época, confessou ter lidado da melhor forma possível com o isolamento e com os tempos que atravessamos devido à pandemia do novo coronavírus, mas não escondeu que sente "a falta dos adeptos, da competição e da interação entre os atletas".

Sobre a mudança dos minhotos para a Luz limitou-se a dizer que "está a correr muito bem" e voltou a pôr o foco na seleção nacional mostrando-se "disponível para ajudar, seja em que situação for", sem esconder que já sente saudades da competição e do público.

A seleção nacional de futsal cumpriu ontem os dois primeiros treinos no âmbito do estágio de preparação que decorre até quarta-feira na Cidade do Futebol, estando previstas cinco sessões de trabalho, três de manhã, no Pavilhão dos Leões de Porto Salvo, e duas à tarde, no Pavilhão das Quinta dos Lombos.

O selecionador Jorge Braz convocou 20 jogadores para este estágio que marca o regresso da seleção à atividade, desde a última concentração que decorreu em fevereiro, altura em que alcançou, na Póvoa de Varzim, o apuramento para o Campeonato do Mundo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.