O treinador da equipa de futsal do Sporting, Nuno Dias, assegurou hoje que os ‘leões’ vão manter a sua identidade no desafio de sábado frente aos checos do Chrudim, para os oitavos de final da Liga dos Campeões.

“A nossa análise é pelo conhecimento do adversário e tem a ver com as qualidades em que são mais fortes. Podemos ajustar e adaptar o nosso modelo, mas nunca mudar, porque somos fiéis às nossas ideias e ao nosso jogo”, afirmou o técnico ‘leonino’, antecipando que o Sporting vai “fazer tudo para seguir em frente”, apesar da perspetiva de “um jogo muito complicado”.

Em declarações prestadas na conferência de imprensa realizada no Pavilhão João Rocha, em Lisboa, Nuno Dias lembrou que o apuramento para a fase final da competição europeia passa por este jogo a eliminar e destacou as virtudes do adversário checo, ao considerá-lo uma “equipa forte, experiente e que está habituada a ganhar”, além de admitir várias semelhanças com o Sporting.

“Tivemos oportunidade de analisar exaustivamente e tem bons jogadores, com vários internacionais checos e alguns brasileiros de qualidade. Estão habituados a competir ao mais alto nível e estão a fazer um campeonato extraordinário, com poucos golos sofridos. É uma equipa forte fisicamente e muito intensa, que gosta de jogar para a frente”, referiu, acrescentando: “Estamos preparados e percebemos onde é que são mais fortes e onde podemos aproveitar algumas das poucas ou quase nenhumas fraquezas”.

Confrontado com a ausência do pivô Cardinal, que sofreu uma rotura no tendão de Aquiles e deverá ficar afastado da competição entre oito e dez meses, o treinador do Sporting desvalorizou a situação e assinalou que o jogador nem fez parte dos planos de preparação para o embate com o conjunto checo.

“Nem sequer vamos pensar em quem não está”, resumiu Nuno Dias, que adiantou também que o ‘regressado’ Hugo Neves, que voltou do empréstimo ao Quinta dos Lombos, não será opção para esta partida, uma vez que não se encontra inscrito pelos ‘leões’ na UEFA.

Ao lado do técnico esteve o capitão João Matos, que subscreveu os elogios de Nuno Dias ao Chrudim, mas lembrou que a equipa viveu uma semana de trabalho “impecável” e que está pronta para o desafio.

“A preparação está feita, não nos resta mudar grandes coisas, só alguns pormenores. São uma equipa muito objetiva e têm poucos golos sofridos, mas o Sporting é favorito e queremos demonstrar esse favoritismo”, observou.

Já sobre o historial com este adversário, contra o qual os ‘leões’ registaram uma vitória (3-2) em 2004 e um empate (4-4) em 2010, o internacional português frisou que “o passado é passado” e vincou que “são equipas totalmente diferentes”, notando que o Sporting ainda nem era treinado por Nuno Dias, que assumiu o comando do futsal sportinguista em 2012.

O Sporting chegou aos ‘oitavos’ após vencer em casa, por 12-1, os dinamarqueses do JB Futsal Gentofte. O embate entre o clube de Alvalade e o Chrudim está agendado para este sábado, às 17:00, no Pavilhão João Rocha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.