Divanei chegou a 2005 a Portugal para jogar pela Fundação Jorge Antunes. Vizela foi a sua casa durante três temporadas e meia, ao fim das quais se mudou para Lisboa e passou a estar ao serviço do Sporting.

Agora a sua carreira passa pela Rússia e pelo CSKA Moscovo, mas o jogador não esquece Portugal, o país que o catapultou para o mundo do futsal. Divanei quer retribuir tal facto com o seu contributo na seleção de futsal do nosso país.

O jogador diz que, neste momento, este é o seu maior sonho.

«É o meu maior sonho, depois de seis anos em Portugal. Mesmo que existisse um convite para jogar na seleção brasileira eu não aceitaria. A minha prioridade é a seleção portuguesa. A minha mulher está no Brasil a tratar dos últimos papéis necessários», referiu Divanei ao SAPO Desporto.

O ala espera ter tudo resolvido «até Janeiro» e assim poder participar, em 2011, no Europeu e no Mundial de futsal, caso Portugal se qualifique para este último.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.