A ala Sara Ferreira disse hoje que a seleção portuguesa de futsal feminino está preparada para o Campeonato da Europa, que arranca na sexta-feira em Gondomar, e considerou que a Hungria vai ser um adversário difícil.

“Já jogámos contra a Hungria no passado e o resultado foi-nos favorável. No entanto, o tempo passa, as equipas evoluem, nós também evoluímos. Esperamos um jogo certamente difícil, porque é uma meia-final de um Campeonato da Europa. Não existem jogos fáceis, mas estamos preparadas”, afirmou Sara Ferreira, em declarações divulgadas pela Federação Portuguesa de Futebol.

A jogadora do Benfica, que se prepara para somar a sua 70.º internacionalização, considerou que Portugal pode ter uma “força extra” na competição por atuar em casa perante o seu público.

“O fator-casa é muito importante e apelo já a todos os adeptos portugueses para que se desloquem ao Pavilhão de Gondomar. Os que não conseguirem, podem sempre acompanhar pela televisão, porque certamente vão ser a força-extra de que precisamos também”, disse a ala de 29 anos.

Depois de dois dias de folga, a seleção nacional regressou hoje ao trabalho com um treino no Pavilhão Municipal Carlos Resende, em Vila Nova de Gaia, e em que o selecionador Luís Conceição contou com todas as jogadoras disponíveis.

O Portugal-Hungria está agendado para sexta-feira, às 21h30. No mesmo dia, no outro encontro das meias-finais, a Espanha defronta a Ucrânia (17 horas).

A final está agenda para o dia 03 de julho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.