O Brasil é o campeão em Mundo em título e a potência que vai dominando a modalidade. O seleccionador Marcos Sorato tem sempre dificuldades em escolher os convocados, tal o número de atletas que tem à sua disposição.

Os jogadores nascidos neste país têm uma propensão para jogar futsal e isso é visível pelo número de praticantes que se transfere para as mais variadas partes do Mundo.

Nesta final-four da UEFA Futsal Cup, entre as quatro equipas estão presentes 24 atletas nascidos no Brasil, o que faz destes a nacionalidade dominante.

Nos italianos do Montesilvano encontram-se 7 “canarinhos”.  Por seu lado, o Kairat Almaty sobe a “parada” para oito. Em Portugal, Benfica e Sporting repartem-se entre quatro e cinco brasileiros, respectivamente.

Estamos perante um número impressionante que se por um lado confere maior qualidade à prova, por outro lado retira as hipóteses de crescimento aos atletas dos respectivos países de origem das equipas.

Esta, sexta-feira, quando a bola começar a rolar na “quadra” do pavilhão de Almaty, será o português “açucarado” a dominar dentro das quatro linhas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.