O português Ricardo Melo Gouveia terminou este sábado com 68 pancadas (-3 Par) a terceira volta do Portugal Masters, seguindo com um agregado de 202 pancadas, depois de ter marcado dois 'bogeys' nos últimos buracos.

No Oceânico Victoria (Par 71), em Vilamoura, Melo Gouveia, que hoje marcou o mesmo número de pancadas que conseguiu na volta de sexta-feira e segue com um agregado de 202 pancadas (-11 Par), reconheceu que a sua prestação nos dois últimos buracos não foi boa.

"Estava a jogar muito bem até ao segundo 'shot' do 17, falhei num sítio onde não devia falhar. Até ao 17 não tinha nenhum 'bogey', acabei com dois, mas isso não mostra o que joguei e que tenho vindo a jogar esta semana", afirmou.

Durante a volta, além dos dois 'bogeys' (uma pancada acima), o golfista português, 94.º da corrida para o Dubai - o 'ranking' do circuito europeu - marcou cinco 'birdies' (uma pancada abaixo).

O único golfista luso que passou o 'cut' da 10.ª edição do Portugal Masters mostrou-se satisfeito com o facto de ter conseguido manter a calma ao longo da volta.

"Estou contente, mantive-me calmo, tive ali muitas oportunidades a meio do jogo, não consegui concretizar algumas, mas mantive-me calmo", disse.

Melo Gouveia, que na véspera do início do torneio assumiu a vontade de ficar no 'top-10', garantiu que na volta decisiva de domingo tudo vai fazer para alcançar o objetivo.

"Quero continuar a fazer o mesmo jogo, tentar eliminar os erros que foram os dois 'bogeys' finais, como já disse amanhã [domingo] é outra volta e estou a jogar bem"", referiu.

Melo Gouveia, o único português a disputar o principal circuito europeu de golfe, segue provisoriamente no grupo dos classificados na posição 23 do Portugal Masters, prova que distribui prémios de dois milhões de euros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.