O golfista português Ricardo Melo Gouveia protagonizou no domingo uma exibição menos assertiva na despedida do Irish Challenge e ficou no 29.º lugar no torneio do Challenge Tour, que terminou no Portmarnock Links (Par 71), em Dublin.

O profissional, natural de Lisboa, partiu para a quarta volta do oitavo posto da classificação, a seis ‘shots’ do então líder, mas completou os últimos 18 buracos com 74 pancadas, três acima do Par, e caiu 21 posições na tabela, terminando empatado com outros cinco jogadores.

Depois de registar três ‘birdies’ (uma abaixo) nos buracos 3, 6 e 7, quatro ‘bogeys’ (uma acima) no 4, 8, 9 e 13 e um ‘duplo-bogey’ no 17, Melo Gouveia contabilizou um agregado de 285 pancadas (72+71+68+74), uma acima.

"As condições climatéricas não poderiam ter estado melhores para jogar. Mas fui perdendo confiança no meu jogo comprido e o resto do jogo sofreu com isso também", observou o golfista luso.

Tal como o golfista português, de 29 anos, o irlandês e líder ao final da terceira jornada, Dermot McElroy, também jogou acima do par e acabou por ver o holandês Daan Huizing conquistar o título do Irish Challenge, após somar 275 ‘shots’ (-9) e bater o espanhol Eduard Rousaud no primeiro buraco do ‘play-off’.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.