A Polícia Federal do Brasil e a Interpol detiveram na quinta-feira o jogador de golfe argentino Ángel "Pato" Cabrera, acusado de violência doméstica por três ex-mulheres, segundo a imprensa brasileira.

O jogador foi detido num apartamento no luxuoso bairro do Leblon, no Rio de Janeiro, em cumprimento de uma ordem de captura emitida pelo Supremo Tribunal Federal do Brasil, a pedido da Interpol, que considerou que Cabrera é um fugitivo à Justiça argentina.

O vencedor do US Open em 2007, frente ao lendário Tiger Woods, e do Masters de Augusta em 2009, é acusado de violência física e agressão verbal por três ex-mulheres, com uma delas a acusá-lo de a ter ameaçado de morte.

O Supremo Tribunal brasileiro deverá decidir nos próximos dias a sua extradição.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.