O norte-americano Tiger Woods, antígo líder do ‘ranking’ mundial de golfe, completou na quinta-feira a sua pior volta de sempre no US Open, com 80 pancadas, dez acima do par, que lhe valem o 152.º e antepenúltimo lugar.

O vencedor de 14 torneios do ‘Grand Slam’ iniciou o torneio no 195.º posto da hierarquia mundial e com o 17.º lugar no Masters de Augusta como melhor resultado do ano, tendo encerrado a primeira volta ao percurso de Chambers Bay com oito ‘bogeys’, um triplo e um ‘birdie’.

“Comecei mal a volta e não consegui recuperar. Tentei tudo, mas não consegui ser regular”, lamentou Woods, que não vence um ‘major’ desde o US Open de 2008 e está em difícil posição para passar o ‘cut’.

Após o primeiro dia do segundo ‘Grand Slam’ de 2015, o sueco Henrik Stenson e o norte-americano Dustin Johnson lideram, com 65 golpes, cinco abaixo do par.

O dueto tem uma pancada de vantagem sobre Patrick Reed, terceiro classificado, e duas sobre os também norte-americanos Matt Kuchar, Ben Martin e Brian Campbell, ainda amador, que partilham o quarto posto.

Jordan Spieth, recente vencedor do Masters e segundo do ‘ranking’, terminou a volta com 68 pancadas, que lhe valem o sétimo lugar, à frente do líder da hierarquia mundial, o norte-irlandês Rory McIlroy, que marcou 72 golpes e ocupa o 53.º posto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.