O norte-americano Tiger Woods, ex-número 1 mundial, regressou hoje aos ‘greens’, após 10 meses de ausência, com um nono lugar no Hero World Challenge, em New Povidence, nas Baamas.

Numa prova por convite, para 18 dos melhores do Mundo, Woods, aparentemente recuperado dos problemas nas costas que o obrigaram a quatro operações nos últimos anos, acabou com 280 pancadas (oito abaixo do par), a 10 do vencedor, o seu compatriota Rickie Fowler.

Tiger Woods passou, assim, no primeiro teste após a quarta operação, em abril, que terminou em grande nível, com 68 pancadas (quarto abaixo do par), ao marcar um ‘eagle’ (duas pancadas abaixo do par), seis ‘birdies’ (uma abaixo), dois ‘bogeys’ (uma acima) e um ‘duplo bogey’ (duas acima).

O mais famoso dos golfistas da atualidade tinha começado com 69 pancadas (três abaixo do par), para, depois, fazer 68 no segundo dia. O terceiro dia foi o único em que não esteve bem, ao marcar 75 ‘shots’ (três acima).

“Estou muito satisfeito, de um ponto de vista geral. Dei sinais positivos e espero um futuro radioso”, disse Tiger Woods, de 42 anos, garantindo que “sabia que estava capaz de jogar quatro dias”.

De momento no 1.199.º lugar do ranking mundial, Tiger Woods entusiasmou o público nas Baamas, entre os quais se encontrava o espanhol Rafael Nadal, número 1 do ténis mundial, numa atuação que teve como ponto alto o ‘eagle’ no buraco 7.

“A questão era saber qual ia ser o meu resultados e quais seriam as sensações. Como lidaria com a adrenalina, pois era a primeira vez em muito tempo”, disse o vencedor de 14 ‘majors’, que não vence um torneio profissional desde 2013.

Tiger Woods fez um bom torneio, mas não conseguiu lutar pelo triunfo, arrecadado por Fowler, que, com 11 ‘birdies’ e um total de 61 pancadas, bateu hoje o recorde do percurso.

Fowler, que totalizou 270 pancadas (18 abaixo do par), bateu por quatro ‘shots’ o seu compatriota Charley Hoffman, com o também norte-americano Jordan Spieth no terceiro lugar, a seis, na companhia do inglês Tommy Fleetwood.

À frente de Woods, ficaram ainda o japonês Hideki Matsuyama, o norte-americano Patrick Reed e o inglês Justin Rose, com 277 pancadas, e o italiano Francesco Molinari, com 278.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.