A Associação Nacional de Clubes de Patinagem (ANACP) deixou críticas ao secretário de Estado da Juventude e Desporto pela decisão do Governo em suspender a realização de jogos das modalidades ditas amadoras, no âmbito das medidas especiais de combate à pandemia de COVID-19.

Em comunicado, a ANACP defende que João Paulo Rebelo "não defende o desporto nem é coerente com as decisões tomadas".

Eis o comunicado da ANACP

"A ANACP tem vindo a assistir a decisões incoerentes e injustas nas modalidades desportivas de pavilhão por parte do Governo. Na verdade, são permitidos ajuntamentos em vários locais e atividades e as modalidades desportivas são tratadas ao livre arbítrio de quem toma decisões. As escolas estão abertas mas a formação desportiva, incompreensivelmente, está parada.

O Secretário de Estado do Desporto não defende o desporto nem é coerente com as decisões tomadas.

Sabemos que os tempos são difíceis e de difícil decisão e, por isso, exige-se que quem decide seja de nível superior. Não podemos aceitar que os clubes que a ANACP defende e para a qual foi criada, possam estar dependentes de quem não se tem mostrado capaz para reunir a sua volta consensos nas decisões tomadas sobre as modalidades desportivas."

Os jogos das competições desportivas amadoras marcados para o fim de semana passado foram cancelados, devido às restrições impostas para evitar a propagação do novo coronavírus, mantendo-se a calendarização das I e II Ligas de futebol.

Em causa, está a resolução do Conselho de Ministros de 22 de outubro, que determina a limitação de circulação entre concelhos do continente entre as 00000 da passada sexta-feira e as 06h00 de terça-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.