A Argentina sagrou-se este sábado campeã do mundo de hóquei em patins, depois de golear a Espanha, detentora do título nas últimas cinco edições, por 6-1, em campeonato que decorreu em França.

A equipa argentina alcançou assim o título que já lhe fugia há 16 anos, com uma expressiva vitória frente a uma seleção que se assumia, à partida, como favorita à conquista do troféu.

A Espanha até entrou melhor no encontro, arbitrado por um português, José Pinto, e chegou ao golo, aos cinco minutos, por intermédio de Jordi Bargalló.

Os argentinos conseguiram igualar logo de seguida, com um golo de Lucas Ordoñez.

O veterano David Paez saltou do banco para colocar a Argentina na frente do marcador, apontando dois golos em apenas três minutos e fixando o resultado que se manteria até ao intervalo.

A superioridade argentina manteve-se durante o segundo tempo e o resultado dilatou-se ainda mais com os golos de Lucas Ordoñez (2) e Carlos Nicolia (1).

No outro jogo, para definir os terceiro e quarto lugares, Portugal garantiu um lugar no pódio depois de vencer a Alemanha, por 7-3.

No outro extremo da tabela classificativa, Holanda, Inglaterra e África do Sul descem de escalão e terão que disputar na próxima edição o mundial B.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.