O argentino Reinaldo García prolongou o vínculo com o hóquei em patins do FC Porto até 2022 e afirmou estar “muito feliz, orgulhoso e motivado”, anunciou hoje o clube portuense no sítio oficial na Internet.

“Esta será sempre a minha primeira casa. O FC Porto foi o clube que me abriu as portas na Europa para eu cumprir o meu sonho, que era vir jogar para a Europa”, disse Reinaldo García, de 38 anos, que cumpre o segundo ciclo no ‘dragão’.

Reinaldo García chegou ao FC Porto em 2001, oriundo dos argentinos do Olimpia Patín Club, tendo atuado pelos ‘azuis e brancos’, de forma ininterrupta, até 2007, e contribuído para os primeiros seis títulos do decacampeonato alcançado entre 2001/02 e 2010/11.

“Na primeira etapa, estive aqui muitos anos e foi fantástico, depois voltei e só quero agradecer às pessoas que acreditaram e apostaram em mim, estou muito contente por estar aqui”, considerou o capitão portista.

Seguiram-se na carreira de Reinaldo García duas temporadas no Liceo da Corunha e seis ao serviço do FC Barcelona, em Espanha, antes do regresso ao FC Porto, emblema que voltou a representar desde 2015/16 até agora.

Em 2020/21, o jogador argentino cumpriu 42 partidas pelo FC Porto e marcou 22 golos.

“A época passada já passou. Disputámos os dois títulos que havia para disputar, estivemos nas duas finais, só faltou ganhar. O importante é que a equipa deu tudo para poder conseguir isso, mas nem sempre se consegue, as outras equipas também jogam”, disse.

Reinaldo García já só pensa na próxima época em que "todos vão começar do zero" e em que o FC Porto tem que "começar a trabalhar para poder estar na melhor forma".

“Vai ser uma época ainda mais desgastante do que a anterior, é preciso ter muito trabalho e cuidado em todos os sentidos, e que se cumpram os objetivos”, referiu o jogador.

O argentino traçou como objetivo a curto prazo “vencer a Liga dos Campeões”, que é um título que “o FC Porto merece” – foi finalista vencido nas três últimas edições - e “já há muitos anos anda à procura”.

“Tivemos muitas oportunidades, estivemos muito perto, o FC Porto já merecia estar com um título europeu, por isso adorava poder dar essa alegria a nós, atletas, à equipa técnica, ao presidente e ao clube, sobretudo ao clube. Os adeptos, que apoiam sempre, merecem essa alegria”, acrescentou Reinaldo García.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.