A equipa de hóquei em patins do Benfica, castigada com a interdição do Pavilhão da Luz por duas partidas, na sequência dos incidentes verificados em janeiro deste ano, com origem nos acontecimentos no jogo com o Sporting na época passada.

Na Luz, este decisão não foi bem encarada, chegando mesmo a ameaçar o abandono da modalidade, de acordo com a edição desta sexta-feira do jornal A Bola.

"Esta notificação a meio de uma semana é mais um elemento a comprovar que há uma perseguição ao Benfica e a reforçar a ideia que já tínhamos em mente, de equacionar seriamente se vale a pena continuar a investir nesta modalidade e na sua evolução", ameaçou ontem fonte oficial do clube.

O mesmo responsável diz mesmo que o hóquei em patins deve ser "o campeonato das modalidades coletivas de pavilhão menos credível. Ninguém acredita na verdade desportiva".

Este é o segundo ataque do Benfica à federação durante a semana. Após a derrota diante do FC Porto, no Dragão Arena, o clube encarnado queixou-se da arbitragem, deixando já no ar a hipótese de abandono da modalidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.