O FC Porto, decacampeão nacional, e o Benfica, segundo classificado com os mesmos pontos do vencedor em 2010, são, novamente, os únicos candidatos ao título do campeonato nacional de hóquei em patins, que arranca no sábado.

Depois de na época 2010/2011 os “dragões” só terem conquistado o título na última jornada e em igualdade pontual com os vice-campeões (o FC Porto tinha vantagem nos confrontos diretos), esta temporada é o Benfica que parte com uma pequena dose de favoritismo, devido à alteração no banco portista.

Mentor do decacampeonato, Franklim Pais entregou a "pasta" a Tó Neves, que poderá contar com a experiência da sua equipa para conservar o título, já que o núcleo duro composto por Edo Bosh, Filipe Santos, Reinaldo Ventura, Pedro Gil e Pedro Moreira se mantém, assim como Gonçalo Suíssas e Nelson Filipe.

Às saídas de Emanuel Garcia (Viareggio, Itália) e André Azevedo (Oliveirense), o FC Porto respondeu com a contratação de Tiago Santos e Nelson Pereira, que acompanharam Tó Neves na sua saída da Oliveirense, e com o regresso do “filho pródigo” Caio, que depois de uma polémica saída e de duas temporadas nos rivais “encarnados”, voltou para tentar reconquistar os adeptos portistas.

Sem Caio, nem Ricardo Pereira e Tiago Rafael, que saíram, respetivamente, para o Física e o Candelária, o Benfica apostou na continuidade para enfrentar a nova temporada, efetuando apenas duas contratações - Sérgio Silva, do Candelária, e Carlos López, do Barcelona - para reforçar a equipa orientada por Luís Sénica.

“Estamos fortes, determinados e capazes de lutar pelos nossos objetivos”, garantiu o técnico durante a apresentação dos “encarnados”, cujo plantel fica completo com Pedro Henriques, Ricardo Silva, Valter Neves, Esteban Abalos, João Rodrigues, Diogo Rafael, Cacau e Luís Viana.

Este ano, o campeonato nacional tem a particularidade de reservar o melhor para o final, já que a Federação de Patinagem de Portugal determinou que os quatros primeiros classificados da época passada - FC Porto, Benfica, Oliveirense e Candelária - vão defrontar-se apenas nas últimas cinco jornadas.

Por isso, os jogos entre os dois favoritos e os dois “outsiders” na corrida ao título só vão acontecer em 2012. O Oliveirense-Benfica, agendado para 14 de janeiro, é o primeiro dos encontros entre as quatro equipas teoricamente mais fortes, enquanto os “clássicos” que opõem Benfica e FC Porto estão reservados para 4 de fevereiro e 16 de junho (penúltima jornada).

A abrir o campeonato, o FC Porto recebe, no sábado, no Dragão Caixa, o promovido Paço de Arcos, enquanto o Benfica joga a primeira jornada em Braga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.