Guillem Cabestany lamentou no final do jogo com o Sporting, este sábado, no Pavilhão João Rocha, o facto de o FC Porto não ter conseguido renovar o título nacional. Agora, quer que a sua equipa levante a cabeça e se concentre na Taça de Portugal.

"É difícil fazer uma análise depois de jogos tão intensos como este. Primeiro, há que dar os parabéns ao Sporting por ganhar o campeonato, é uma competição muito difícil e eles conseguiram, por isso, estão de parabéns. Hoje não fizemos a melhor exibição do ano, mas não é o momento para ir buscar culpados. A época não se resume a hoje, mas sim a muitos dias de trabalho. Como treinador, nunca tinha sentido uma equipa minha jogar hóquei tão bem, por isso tenho uma parte de satisfação pelo nível que conseguimos durante o ano e uma parte de tristeza por estas duas derrotas em 15 dias que nos deixam muito tocados. Agora vão aparecer críticas aos jogadores e treinador dentro e fora, mas a época ainda não acabou. Vamos passar uns dias muito maus, mas merecemos terminar a época a vencer. Estou convencido que os jogadores vão trabalhar já segunda-feira com vontade de fazer mais três boas exibições e ganhar", frisou.

"Esta época vai fechar-se com o título da Taça, espero. Esta equipa fez muito para levantar o Campeonato e a Liga Europeia. Ficámos com um amargo de boca e muito tristes. Hoje queríamos ter jogado melhor, os adeptos mereciam este título. Estiveram muito perto da equipa este ano e apoiaram-nos nos momentos complicados. Sentimos que falhámos nos momentos finais", constatou.

O Sporting sagrou-se hoje, 30 anos depois da última conquista, campeão português de hóquei em patins, ao vencer o FC Porto, por 4-3, em jogo da 25.ª e penúltima jornada do campeonato nacional.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.