O ainda selecionador português de hóquei em patins, Luís Sénica, foi hoje eleito presidente da direção da Federação Patinagem de Portugal (FPP), em ato eleitoral que se realizou no Porto.

A Lista A foi a única que apresentou candidatura para todos os Órgãos Sociais da FPP, já que a Lista B, liderada por Rui Mateus, apenas foi a votos para o Conselho Fiscal e Conselho de Disciplina.

Luís Sénica, que vai deixar o cargo de selecionador nacional, esclareceu que no início do ano começará a ser traçado o perfil do seu sucessor.

“Vamos começar a discutir em janeiro o nome do novo selecionador. Queremos novas estratégias dentro do que está a ser praticado", referiu o novo presidente da Federação de Patinagem, que sucede a Fernando Claro.

Sénica acredita que "há muito trabalho a fazer pelo hóquei em patins" e garante que "nunca teve receio de arregaçar as mangas".

“No hóquei em patins, ainda há muito a fazer. O hóquei é uma disciplina de grande potencial. O hóquei tem de continuar a lutar pelo seu espaço, mas isso tem de ser feito de forma harmoniosa e em conjunto", referiu.

Luís Sénica salientou ainda a necessidade dar uma maior projeção à patinagem, onde considera que existem "muitos atletas de excelência”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.