O Brasil quase acreditou numa vitória sobre Espanha e no mínimo aceitava um empate, comentou o treinador.

Não conseguindo o empate, a desolação estava estampada no rosto do selecionador brasileiro e do jogador Didi, presentes na conferência de imprensa. Mas daqui para frente ainda há uma Argentina para enfrentar.

«A nossa mentalidade é para ganhar e isso é possível com a Argentina, que se quiser ganhar vai ter que dar na "pata"», disse Didi.

«Os argentinos são muito criativos na finalização e isso pode ser uma complicação para nós, sublinhou o jogador brasileiro, lembrando que a Argentina é que está sob pressão.

Espanha vai encontrar-se com a França nos quartos-de-final. Um jogo que promete ser um jogo «complicado», revelou o técnico espanhol.

«Temos que ser humildes e enfrentar os quartos como se fosse uma final», garantiu Carlos Feriche.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.