O embate entre Argentina e Brasil a decorrer no Pavilhão Multidesportivo de Luanda, na cidade do Kilamba, parece uma verdadeira final, tal é a "pilha de nervos" patente na quadra.

O Brasil começou a ganhar, mas a Argentina deu a volta ao resultado, bem antes do 2º tempo iniciar.

Uma espécie de final latino-americana é o que se assiste, nesta partida de apuramento às meias-finais.

No banco brasileiro os palavrões são constantes, especialmente os dirigidos ao árbitro, o que já mereceu sérias chamadas de atenção por parte da arbitragem aos técnicos brasileiros, que não têm travão na linguagem e não poupam o árbitro dos mais diversos insultos.

«Basta», gritou um dos árbitros do trio Fermi (Itália), Armati (Suíça) e Navarro (Espanha).

Depois de Angola ter sido "enviada" para o Namibe o interesse do público parece ter diminuído bastante. O pavilhão com lotação para 12 mil pessoas tem apenas algumas dezenas, para assistir ao primeiro jogo da fase final Série A, que vai apurar os classificados entre o 1º e o 8º lugar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.