A formação internacional de paraquedistas Red Bull Skydive Team foi o elemento surpresa da noite de fim de ano mais brilhante de Portugal. A partir de uma aeronave da Força Aérea Portuguesa, os quatro acrobatas lançaram-se em formação na baia do Funchal. Antes da aterragem proporcionaram uma autêntica chuva de estrelas.

A surpresa aconteceu alguns minutos antes da meia noite e do apoteótico fogo de artifício da baía do Funchal. Os quatro paraquedistas da Red Bull Skydive Team lançaram-se nos céus da Madeira a partir de uma aeronave da Força Aérea Portuguesa. O projeto “Madeira Shooting Stars” iniciou-se assim com um salto a uma altitude de 8000 pés, cerca de 2400 metros acima do solo. Esta atuação inédita em Portugal teve a duração de cerca de três minutos, com uma primeira parte de queda livre e depois com um voo de formação em que os atletas planaram no ar graças aos sofisticados “wingsuits”.

Esta aparição em plena noite de ano novo tornou-se visível graças a um espetáculo pirotécnico, dando a ilusão de uma autêntica chuva de estrelas. Já mais próximo do momento da aterragem, que teve lugar no porto do Funchal, eram também visíveis os dispositivos luminosos da equipa. Já no solo, os quatro atletas da Red Bull Skydive Team foram unânimes em reconhecer: “Foi um salto inédito que representou um enorme desafio para todos nós. Saltar durante a noite aumenta o risco e as dificuldades, mas estudámos bem todos os procedimentos e conseguimos cumprir o objetivo principal, que era proporcionar um espetáculo único”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.