Os canoístas portugueses Tomás Sousa e Marco Oliveira foram hoje, respetivamente, sexto e sétimo classificados na prova sub-23 de C1 dos Mundiais de maratonas, que decorrem até domingo em Ponte de Lima.

Tomás Sousa concluiu os 22,6 quilómetros do percurso no Rio da Lima em 2:00.22 horas, a distantes 8.02 minutos do campeão, o espanhol Jaime Duro (1:52.19), que bateu o húngaro Sebestyen Simon por 1.15 minutos e o compatriota Diego Pineiro por 2.39. Marco Oliveira ficou a 10.27 da frente.

Em K2 júnior feminino, Beatriz Caldas e Bárbara Costa foram as melhores portuguesas na prova de 19 quilómetros, terminando em 12.ª, em 1:37.00, a 7.51 minutos do ouro das húngaras Kinga Molnar e Hanna Jozsa.

O pódio ficou completo com as irmãs sul-africanas Saskia e Valma Hockly, segundas, a 20 segundos, e com as espanholas Lídia Zornoza e Alba Estevan, a 2.31 minutos.

Portugal tem, para já, cinco medalhas nestes Mundiais, nomeadamente o ouro de Fernando Pimenta na short race e da júnior Beatriz Fernandes em C1 na distância longa, com a atleta limiana a ser igualmente bronze na short race, aberta a todos os escalões etários.

Também os juniores Ana Pereira e Joel Miranda, ambos em C1, conquistaram o bronze.

Na quinta-feira, cumprido o primeiro dia, Portugal estava em segundo lugar no medalheiro, com dois ouros e três bronzes, apenas superados pelos dois ouros da Espanha, que tem ainda duas pratas e um bronze.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.