A Federação Internacional de Canoagem (ICF) adiou hoje o Campeonato do Mundo de velocidade de disciplinas não olímpicas, que vai decorrer na Hungria, para setembro e alterou mais três provas, devido à pandemia de Covid-19.

Agendados para 10, 11 e 12 de julho, em Szeged, os Mundiais de velocidade passaram provisoriamente para setembro, mas a ICF vai avaliar a situação em 15 de maio.

O Campeonato do Mundo de maratona, que iria acontecer de 27 a 30 de agosto, em Baerum, na Noruega, foi mesmo cancelado, enquanto as provas da Taça do Mundo ficaram para já suspensas, com a possibilidade de também serem canceladas.

O Mundial de Kayak Polo, agendado de 08 a 13 de setembro, em Roma, foi adiado para 2021, ainda sem data marcada.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 82 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 260 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com mais de 750 mil infetados e mais de 58 mil mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, contabilizando 17.127 óbitos em 135.586 casos confirmados até terça-feira.

Em Portugal, segundo o balanço feito na quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

Dos infetados, 1.211 estão internados, 245 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 196 doentes que já recuperaram.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.