Os Mundiais de esqui ‘freestyle’ e de ‘snowboard’, previstos para decorrer em Yanqing, em fevereiro de 2021, foram cancelados, devido às restrições impostas pela China no combate à pandemia de covid-19, foi hoje anunciado pela federação internacional (FIS).

As competições estavam programadas para o mesmo local dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim2022 e a FIS está desde já à procura de lugar alternativo para a sua realização, bem como para as etapas da Taça do Mundo de esqui alpino, ‘cross-country’, saltos e combinado nórdico, igualmente canceladas.

“A situação atual com a pandemia de covid-19 a afetar muitas partes do mundo significa que existem restrições às viagens, incluindo isolamento obrigatório de 14 dias para todos os visitantes estrangeiros na China”, observou a FIS em comunicado.

A FIS também confirmou o cancelamento da etapa da Taça do Mundo de esqui alpino feminino, marcada para 27 e 28 de fevereiro de 2021, também em Yanqing, da Taça do Mundo de cross-country, de 19 a 21 de março, em Pequim, e de combinado nórdico e saltos, ambos de 10 a 14 de fevereiro, em Pequim.

“Como o teste das instalações é obrigatório para torná-las mais seguras antes dos Jogos, a FIS está a trabalhar com o comité organizador para promover eventos-teste nas várias disciplinas e aos mais diferentes níveis [não necessariamente da Taça do Mundo] até 2022”, refere ainda a FIS.

Os cancelamentos de competições devido à crise de saúde vêm aumentando há várias semanas para os desportos de inverno, que tiveram um início de temporada caótico.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,5 milhões de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 4.724 em Portugal.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.