A modalidade de esqui alpinismo fará parte do programa dos Jogos Olímpicos de inverno de 2026, em Milão, como “desporto suplementar” e a pedido da organização, decidiu hoje, por unanimidade, o Comité Olímpico Internacional (COI).

O esqui alpinismo, que consiste na escalada e descida em percursos de longa distância fora das tradicionais pistas, irá ‘mexer’ no programa olímpico de inverno pela primeira vez desde Nagano1998, quando foi introduzido o snowboard.

Os Jogos Olímpicos da Juventude do último ano, em Lausana, na Suíça, já serviram de teste ao esqui alpinismo, que, para o COI, tem a vantagem de não exigir infraestruturas, e representar, segundo os fabricantes, 15% do mercado de neve e esqui.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.