Em Munique, Alemanha, Fernando Pimenta, que há uma semana e meia conquistou três medalhas nos mundiais, no Canadá, voltará a participar em quatro eventos na Baviera, e hoje já garantiu a final em dois, além da de K1 5.000 metros, que é direta.

Ainda assim, o minhoto passou pela inesperada situação de ter de passar por duas meias-finais, um 'fardo' que não esperaria e que vai sobrecarregar ainda mais o seu já de si exigente calendário.

O limiano apurou-se diretamente para a prova que realmente importa, o olímpico K1 1.000, precisou de ir às ‘meias’ para atingir a final de K1 500 e, sexta-feira, tentará o mesmo em K2 1.000 com o jovem João Duarte.

De resto, mais nenhuma tripulação garantiu acesso direto à final, reservado apenas para o primeiro em cada série, excetuando para a C2 500 em que Bruno Afonso e Marco Apura não conseguiram um dos três ingressos disponíveis.

Teresa Portela, em K1 500, as duplas João Ribeiro/Messias Baptista e Francisca Laia/Joana Vasconcelos, em K2 500, são as tripulações olímpicas que vão às meias-finais, tal como Hélder Silva em C1 500.

A ginástica artística masculina só atuou um dia, num ‘all-around’ no qual não foi possível apurar para qualquer final por aparelhos ou por equipas – reservadas aos oito melhores – contudo, José Nogueira, 38.º, e Guilherme Campos, 54.º, garantiram 'bilhete' para os mundiais de Liverpool.

Portugal foi somente 23.º classificado, longe do 13.º exigido nos Europeus para avançar para o mundial, contudo os dois ginastas conseguiram estar entre os 23 mais fortes, retirados os atletas das 13 seleções que avançam para Liverpool. Nogueira foi o 13.º e Campos o 20.º dessa lista.

No ténis de mesa, Shao Jieni averbou o segundo triunfo e, com isso, avançou para os oitavos de final nos quais vai encontrar a sérvia Sabina Surjan, responsável pela eliminação de Fu Yu, por 4-2, na primeira ronda.

Ante a ucraniana Ganna Gaponova, Shao Jieni impôs-se por 4-1, pelos parciais de 11-8, 11-7, 11-7, 9-11 e 11-6.

Lorène Bazolo foi a única a competir no atletismo, avançando para as semifinais dos 200 metros, ao vencer a sua série em 23,12 segundos. O sexto melhor tempo global das eliminatórias passou a 14.º, ao piorar o seu desempenho, correndo em 23,43.

A segunda edição dos campeonatos Europeus multidesportos está a decorrer em Munique até domingo e reúne nove modalidades, estando Portugal representado em sete, nomeadamente atletismo, canoagem, ciclismo, ginástica artística, remo, ténis de mesa e triatlo.

A seleção portuguesa conquistou três medalhas até ao momento, duas de ouro, através de Pedro Pablo Pichardo, no triplo salto, e de Iúri Leitão, no scratch do ciclismo de pista, e uma de prata, por Auriol Dongmo, no lançamento do peso.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.