A assembleia plenária extraordinária da Federação de Triatlo de Portugal (FTP) aprovou hoje “por maioria” o prolongamento do mandato dos atuais órgãos sociais até após Tóquio2020, adiado para julho e agosto de 2021 devido à covid-19.

“Tendo em conta as circunstâncias excecionais do adiamento dos Jogos Olímpicos para 2021, decorrente das medidas de contenção da pandemia por covid-19, as orientações aplicáveis ao Comité Olímpico de Portugal e extensíveis às federações desportivas, foi decidido prolongar o mandato dos atuais órgãos sociais, aprovado em Assembleia, até ao último trimestre de 2021”, revelou a FTP, em comunicado.

O último trimestre de 2021 será a altura na qual o presidente Vasco Rodrigues e os demais órgãos sociais vão prestar contas do seu mandato.

A FTP recorda que o seu presidente tem defendido um modelo de estabilidade dos órgãos sociais que possa garantir a estabilidade de todo o planeamento de alto rendimento para os Jogos Olímpicos de Tóquio, mas também da atividade nacional, nomeadamente na articulação com municípios e demais parceiros.

Antes da AG, foi aprovado “por unanimidade” o relatório de atividades e contas da Federação de Triatlo de Portugal referente a 2019.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.