Fernando Pimenta já regressou a Portugal depois de ter conquistado duas medalhas nos mundiais de canoagem. No aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, o atleta luso revelou um dos motivos que o levam a querer mais e conquistar medalhas.

“Sempre que vou competir sinto que estou a representar mais do que um clube. Represento um país. Isso é que me faz querer mais e melhor. Quero fazer o hino tocar lá fora. Consegui duas medalhas em 24 horas o que acho que é um feito inédito, mas vou de férias já a pensar na próxima época”.

Aos jornalistas, Fernando Pimenta contou ainda alguns pormenores da noite anterior e da manhã antes da prova onde conquistaria a medalha de ouro.

“Tentei descansar o máximo possível. Abstrair-me do ambiente de festa depois da medalha de prata e pensar apenas nos 5000 metros. Tive uma noite tranquila e isso foi importante. Da parte da tarde fui com tudo. Sempre pensei que fosse possível e fiz tudo para deixar o atleta alemão para trás. Nos Jogos do Rio foi ele que me deixou para trás, mas agora foi uma situação ao contrário”.

Fernando Pimenta conquistou a medalha de ouro nos cinco mil metros em K1. O atleta português já tinha vencido a medalha de prata antes de regressar a Portugal. Esta segunda-feira o atleta disse que é noite de festejos demorados com amigos e família para celebrar o título mundial.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.