Após vários dias especulação, Tom Brady anunciou, na sua conta oficial no Instagram, que se vai retirar da NFL, ao fim de 22 temporadas.

Brady garantiu recentemente que não tinha ainda tomado uma decisão e havia afirmado que a família teria um papel importante na decisão que iria tomar.

Agora, Tom Brady, sete vezes vencedor do Super Bowl, cinco vezes MVP do jogo decisivo da NFL e destinado a figurar no Hall of Fame da competição, visto por muitos como o melhor 'quarterback' da história do futebol americano, confirma mesmo o adeus.

Na publicação onde fala da sua retirada, Brady explica que não sente o espírito 100% competitivo de outros tempos e que se deve agora focar nos seus filhos e esposa.

Brady, que representava atualmente os Tampa Bay Buccaneers, recentemente eliminados da corrida ao SuperBowl 2022 pelos Los Angeles Rams, marcou a história do futebol americano e da NFL depois de em 2000 ter sido selecionado apenas na sexta ronda do Draft (199ª escolha, para ser mais exato), então pelos New England Patriots. Na altura, ninguém podia adivinhar o que ele viria a alcançar, vencendo por sete vezes o Super Bowl, a última das quais em 2021.

O norte-americano despede-se da modalidade como o jogador com mais campeonatos e com vários recordes, incluindo mais vitórias (277) e mais passes para ‘touchdown’ (707).

Brady sozinho tem mais ‘Super Bowls’ que qualquer equipa e foi cinco vezes eleito o melhor jogador da final, também um recorde.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.