O golfista norte-americano Justin Thomas lidera o Open dos Estados Unidos, ao terminar o dia inaugural da segunda prova do Grand Slam de 2020 com um sólido desempenho de cinco pancadas abaixo do par do campo.

No exigente percurso de Winged Foot, em Mamaroneck, no estado de Nova Iorque, Thomas foi o mais regular, concluindo a primeira volta com um total de 65 pancadas, fruto de seis ‘birdies’ (uma abaixo do par do buraco) e apenas um ‘bogey’ (uma acima).

Thomas, terceiro classificado do ‘ranking’ mundial, fechou a jornada de abertura com um golpe de vantagem sobre um trio de praticantes, composto pelo belga Thomas Pieters e os compatriotas Patrick Reed e Matthew Wolff, todos com 66.

Entre os outros favoritos à vitória, seguem bem posicionados o norte-irlandês Rory McIlroy, quarto classificado da hierarquia mundial, em quinto lugar, com 67, e o espanhol Jon Rahm, segundo, em 14.º, com 69.

Em situação mais delicada está o número um mundial, o norte-americano Dustin Johnson, que segue no extenso grupo dos classificados no 71.º posto, com um total de 73 pancadas (três acima do par), que integra também o compatriota Tiger Woods, vencedor da prova por três vezes (2000, 2002 e 2008).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.