O português Gonçalo Bandeira foi hoje o júnior mais rápido na qualificação para a final da segunda etapa da terceira e última ronda da Taça do Mundo de Downhill (DHI), que se disputa no domingo na Lousã.

Bandeira cumpriu a prova em 4.03,732 minutos, deixando o campeão mundial júnior, o irlandês Oisin O’Callaghan, a 1,691 segundos, enquanto o norte-americano Dante Silva foi o terceiro, a 2,348. Nuno Reis foi sétimo, a 6,958.

Na sexta-feira, Nuno Reis terminou a quinta prova do circuito no quinto lugar, enquanto Gonçalo Bandeira, que teve igualmente o melhor tempo da qualificação, foi somente 20.º, devido a um furo.

Em elites, o francês Loic Bruni foi o melhor, com o tempo de 3.56,913, 457 milésimos de segundo mais rápido do que o sul-africano Greg Minnaar, que venceu a prova de sexta-feira.

O britânico Matt Walker foi terceiro a 1,655, enquanto os dois portugueses em prova conseguiram colocar-se entre os 60 finalistas: Emanuel Pombo foi o 47.º, a 11,898, enquanto Tiago Ladeira foi precisamente o 60.º, a 17,680.

A britânica Tahnee Seagrave foi a melhor corredora de elite feminina com 4.31,041, batendo a francesa Marine Caribou por 3,981 e a australiana Tacey Hannah por 4,545.

As finais de domingo no Louzanpark vão determinar os vencedores da Taça do Mundo de DHI em 2020, que contou somente com três etapas, com duas provas em cada uma.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.