O atleta espanhol de origem marroquina Ilias Fifa, campeão europeu dos 5.000 metros, saiu hoje em liberdade condicional, após reivindicar o direito de não prestar testemunho no caso de uma investigação ao doping no desporto, informaram fontes judiciais

Ilias Fifa, de 28 anos, foi uma das seis pessoas detidas pela Polícia Nacional por um alegado crime contra a saúde pública, fruto de uma investigação ordenada pelo Tribunal de Mataró e alargada a várias cidades espanholas.

Todos os detidos não prestaram declarações e o magistrado decretou, para os seis, liberdade condicional com a obrigação de comparecer duas vezes ao mês no tribunal, retirada do passaporte e proibição de sair da Espanha.

O atleta foi preso na quarta-feira em Santa Coloma de Gramanet, em Barcelona, numa operação contra o doping no desporto, alargada a várias cidades da área metropolitana de Barcelona e a outros pontos de Espanha, fruto de uma investigação ordenada pelo Tribunal de Mataró.

Ilias Fifa é um atleta espanhol de origem marroquina, que no Europeu de 2016 se sagrou campeão dos 5.000 metros, à frente do também espanhol de origem marroquina Adel Mechaal.

O caso, que se encontra em segredo de justiça, foi iniciado em junho, após uma denúncia da Polícia Nacional, por um suposto crime contra a saúde pública, pelo alegado uso de drogas proibidas.

Ao abrigo deste processo, o juiz ordenou dez buscas domiciliárias na região da Catalunha (Santa Coloma de Gramenet, Mollet, Esplugues e Arenys de Mar), Guadalajara e Valência.

Ilias Fifa, considerado o melhor atleta catalão da atualidade, nasceu em 1989 em Marrocos e chegou a Espanha, com 17 anos, num camião com refugiados. Depois de passar por vários centros de menores, conseguiu obter um andar tutelado pela Generalitat.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.