A canoísta portuguesa Joana Vasconcelos falhou hoje uma vaga na prova de K1 500 dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao terminar no terceiro lugar a final da prova de qualificação, em Szeged, na Hungria.

A canoísta natural de Vila Nova de Gaia terminou a regata em 01.56,90 minutos, a 0,74 segundos da vencedora, a espanhola Isabel Contreras, que, tal como a croata Anamaria Govorcinovic, terceira classificada, em 1.56,70, assegurou uma vaga em Tóquio2020.

Joana Vasconcelos volta a falhar a presença olímpica, depois de ter estado presente em Londres2012 e sido sexta classificada nas provas de K2 500, com Beatriz Gomes, e K4 500 metros, com Helena Rodrigues, Beatriz Gomes e Teresa Portela.

Portugal tem já garantidas as participações Fernando Pimenta em K1 1.000 metros, Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela em K4 500 e Teresa Portela em K1 200, nas provas de canoagem de velocidade em Toquio2020, e de Antoine Laynay, em slalom.

Ainda hoje, Portugal vai tentar assegurar vagas olímpicas em quatro provas, com Kevin Santos em K1 200, Francisca Laia e Sara Sotero em K2 500, Marco Apura e Bruno Afonso em C2 1.000 e Inês Penetra e Beatriz Lamas em C2 500.

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 vão realizar-se de 23 de julho a 08 de agosto de 2021, depois de terem sido adiados devido à pandemia de covid-19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.