Um projeto renovador, composto maioritariamente por antigos ginastas que “querem retribuir à modalidade tudo o que ela lhes deu”, é a base da candidatura de José Manuel Araújo, hoje anunciada, à Federação de Ginástica de Portugal (FGP).

“Temos uma equipa quase só com antigos ginastas empenhada em potenciar a modalidade e aproximá-la de praticantes e clubes”, afirmou José Manuel Araújo, que foi ginasta do Sporting e do Atneu Comercial de Lisboa entre 1970 e 1992.

Sob o lema “Somos Ginástica”, o candidato à sucessão de João Paulo Rocha, que cumpre o terceiro mandato e está estatutariamente impedido de se recandidatar, quer levar à FGP “uma lufada de ar fresco”, com “gente que conhece muito bem a modalidade”, mas não tem participado ativamente na sua gestão.

No campo do alto rendimento, o candidato, que é secretário-geral do Comité Olímpico de Portugal desde 2013, defende a “continuação do apoio” e quer olhar de forma especial para as “esperanças da ginástica” que irão “no futuro alimentar o alto rendimento”.

José Manuel Araújo, de 56 anos, pretende também desenvolver “um plano estratégico a quatro anos, que permita uma subida nos ‘rankings’ internacionais”.

O candidato às eleições, agendadas para 19 dezembro, quer aumentar o número de praticantes federados, que atualmente ronda os 20.000, ter todas as disciplinas da ginástica representadas na assembleia-geral e pretende criar um conselho de ética, que “integrará personalidades de prestígio”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.