Seis golfistas portugueses apuraram-se hoje para as últimas duas voltas do 57.º Open de Portugal, no Morgado Golf Resort, em Portimão, onde Tiago Cruz e Hugo Santos figuram no ‘top 20’ da prova liderada por Rhys Enoch.

Dos 18 representantes nacionais que iniciaram o torneio do Challenge Tour, dotado de 200 mil euros em prémios monetários, os profissionais Tiago Cruz, Hugo Santos, José Filipe-Lima e João Ramos e os amadores Daniel Rodrigues e Pedro Silva passaram o ‘cut', que ficou fixado nas 145 pancadas (uma acima do par) e apurou 67 jogadores para o fim de semana.

Depois de uma ronda inaugural com uma pancada abaixo do par do traçado algarvio (72), Tiago Cruz, que há um ano obteve o quarto lugar no Open de Portugal, entregou um segundo cartão com 70 ‘shots' para um agregado de 141 pancadas (-3).

Apesar do início errático no buraco 10, onde registou um ‘bogey' (uma pancada acima do par), antes de assinar um segundo no buraco 13 e um terceiro no 6, o antigo bicampeão nacional conseguiu recuperar com cinco ‘birdies' (uma abaixo), nos buracos 17, 1, 2, 3 e 9, para passar o ‘cut' pela segunda vez e assegurar uma vaga no grupo dos jogadores que partilham a 16.ª posição.

“Infelizmente, nos outros torneios do Challenge Tour não tem corrido tão bem, mas neste está a ser diferente. Estou satisfeito por ter feito dois ‘scores' abaixo do par e passar o ‘cut'. Cometi alguns erros, mas consegui não me aborrecer e recuperar. Não comecei bem no 10, apesar de ter estado perto do ‘birdie', e voltei a fazer ‘bogey' logo depois, mas consegui acalmar-me. Com os ‘birdies' nos buracos 17, 1, 2 e 3 ganhei confiança para fazer uma boa volta", explicou Tiago Cruz.

O algarvio Hugo Santos, após uma primeira volta no par, protagonizou uma segunda ronda com dois ‘bogeys' (5 e 10) e cinco ‘birdies' (7, 11, 14, 15 e 18), para registar 69 pancadas e um agregado de 141 ‘shots' (-3), partilhando o ‘top 20’ com o jogador natural do Estoril e outros oito golfistas.

Já José-Filipe Lima, apesar dos dois ‘bogeys' (12 e 18) a manchar os quatro ‘birdies' (7, 11, 14 e 15), conseguiu ascender ao 26.º posto, graças a uma segunda ronda com duas pancadas abaixo do par do campo e um total de 142 ‘shots' (-2).

A uma pancada de Lima, vice-campeão do Open de Portugal e que este ano venceu um torneio na Finlândia, está João Ramos, com 143 (74+69), enquanto os amadores Daniel Rodrigues (73+72) e Pedro Silva (75+70) ficaram no limite do corte.

O galês Rhys Enoch lidera o único torneio português do Challenge Tour, com 135 ‘shots' (69+66), com uma pancada de vantagem sobre o inglês Richard Bland (68+68) e duas face a um quarteto de jogadores que partilham o terceiro lugar do ‘leaderboard'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.