Os canadianos Tessa Virtue e Scott Moir, o par de patinadores no gelo mais medalhado da história do olimpismo, anunciaram hoje o fim da carreira.

“Olá a todos. Temos novidades para todos os que nos têm apoiado. É uma notícia um emotiva”, revelou Tessa nas redes sociais, antes de Scott acrescentar que “depois de 22 anos parece a altura certa para deixar este desporto”.

Scott, de 32 anos, e Tessa, de 30, juntaram-se aos nove e sete anos, respetivamente, protagonizando o que muitos classificam de “par perfeito” na pista, sem nunca terem assumido uma relação afetiva.

A dupla de Ontário conquistou cinco medalhas em Jogos Olímpicos, entre três ouros (dança no gelo em Vancouver2010 e PyeongChang 2018, além do primeiro lugar por equipas nesta edição) e duas pratas (ambas em Sochi2014 na dança no gelo e por equipas).

Entre muitos outros êxitos, Tessa e Scott foram ainda três vezes campeões do mundo (Torino em 2010, Nice em 2012 e Helsínquia 2017) e ‘vice’ em outras tantas ocasiões (2008, 2011 e 2013), além do bronze em 2009.

“Estamos em boas mãos no Canadá. A próxima geração de skatistas abrirá novos caminhos, quebrará todos os nossos recordes e mal podemos esperar para torcer por eles. E estaremos aqui para ver”, concluíram.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.