Contrariando o atual favoritismo do australiano Matt Hall, o vencedor da última corrida realizada sobre as águas do Douro voltou às vitórias na Red Bull Air Race World Championship. Em Kazan, o checo Martin Sonka fez uma corrida de trás para a frente e perante 128 mil fãs fortaleceu a sua posição de candidato ao título.

O público português não esquece a brilhante prestação do checo Martin Sonka durante a última visita da Red Bull Air Race World Championship ao nosso país. Com uma carreira recheada de sucessos que começou aos 17 anos no paraquedismo e continuou numa vertente profissional ao serviço da força aérea do seu país, Sonka passou ainda pela aviação acrobática antes de chegar às mais populares corridas aéreas do planeta. O último fim de semana colocou uma vez mais o piloto no centro de todas as atenções, com a passagem por Kazan – na Rússia – a trazê-lo de volta aos lugares cimeiros da classificação geral.

Mas, nem tudo foram rosas para o antigo ginasta de leste. Na verdade, Sonka começou a voar sobre as águas do rio Kazanka com um ritmo bastante lento – não indo além do décimo segundo tempo (em 14) nas primeiras qualificações. Voltando a encontrar a sua velocidade e precisão nas rondas decisivas, acabaria por derrotar na grande final o veterano Michael Goulian.

“Esta foi uma das corridas mais duras que alguma vez disputei, a começar por uma grande desilusão no primeiro dia quando nada parecia funcionar e a culminar com um excelente trabalho de equipa no momento decisivo”, afirmou Sonka depois de subir ao pódio pela segunda vez esta época.

Uma das maiores surpresas desta jornada foi a dececionante prestação do atual detentor do título mundial, o japonês Yoshihide Muroya, e também do até aqui líder do campeonato, o australiano Matt Hall. Ambos foram precocemente eliminados na Ronda de 8 devido a penalizações. Com Sonka no lugar mais alto da Master Class e Goulian a levar a prata, o terceiro lugar em Kazan acabou nas mãos do vencedor de 2017 – o norte-americano Kirby Chambliss.

Na Challenger Class, o piloto sensação em Kazan foi Kevin Coleman (EUA), sendo ainda de destacar o primeiro pódio do estreante Patrick Davidson (África do Sul).

A próxima etapa da Red Bull Air Race World Championship viaja no fim de semana de 15 e 16 de setembro até à Áustria, com uma estreia absoluta em Wiener Neustadt.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.