A figura mais carismática e com maior sucesso do Red Bull Cliff Diving World Series voltou à sua melhor forma depois de uma longa travessia do deserto. O britânico Gary Hunt mostrou no lago Lucerna, na Suíça, todo o seu brilhantismo e bateu uma concorrência de grande nível. Nas mulheres a vitória surpresa pertenceu à canadiana Lysanne Richard, contrariando o favoritismo da australiana Iffland.

A décima temporada do Red Bull Cliff Diving World Series continua a revelar-se uma das mais competitivas de sempre. No último fim de semana (4 e 5 agosto) reuniu nas águas espelhadas do lago Lucerna, nas proximidades da aldeia de Sisikon, Suíça, os melhores saltadores do planeta para a disputa da quarta (masculinos) e terceira (femininos) etapas de 2018 – três semanas depois do encontro nos Açores.

Com vista para os Alpes, esta etapa regressou ao calendário depois de uma longa ausência de oito anos. Provando que a história muitas vezes se repete, a vitória acabou por sorrir ao mesmo atleta que venceu aqui pela última vez em 2010 – o britânico Gary Hunt: “Este foi um triunfo com um sabor especial, pois consegui mostrar a mim mesmo que superei o bloqueio mental que me colocou para baixo nos últimos tempos. Na verdade, este bloqueio deixa as suas marcas e sinto que há ainda aspetos a melhorar, mas sinto-me como um homem que se reergueu e é isso que importa”. Hunt tinha já dado sinais de progressão nos Açores, onde chegou ao último lugar do pódio. Na Suíça subiu mais alto acompanhado, respetivamente, do mexicano Jonathan Paredes e do norte-americano Andy Jones.

A grande sensação das primeiras etapas do ano, o norte-americano Steven LoBue, procurou aqui melhorar o seu record pessoal com um “hat trick” inédito, mas acabou por não Meio da temporada reuniu elite na Suíça

Em femininos houve também lugar para algumas surpresas, sendo a maior sem dúvida a vitória da canadiana Lysanne Richard – que esteve ausente durante a última época devido a uma lesão grave no pescoço: “Depois do salto final não consegui conter as lágrimas. Estar de volta à competição depois da minha lesão já foi uma grande vitória, mas ganhar foi algo que me deixou muito sensibilizada”. O pódio ficou completo, respetivamente, com a australiana Iffland e a wildcard britânica Macaulay.

Toda a ação em Sisikon pode ser revista na Red Bull TV.

Classificação Geral 2018 após 4 etapas

1º Steven LoBue EUA 540 pts
2º Jonathan Paredes MEX 420 pts
3º Gary Hunt GBR 410 pts
4º Michal Navratil CZE 410 pts
5º Blake Aldridge GBR 360 pts
6º Kris Kolanus POL 350 pts
7º Andy Jones EUA 350 pts
8º David Colturi EUA 330 pts
9º Alessandro De Rose ITA 229 pts

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.