A segunda ronda de saltos do Red Bull Cliff Diving World Series, que estava agendada para esta sexta-feira, no ilhéu de Vila Franca do Campo, foi cancelada devido ao mau tempo que se faz sentir na ilha de São Miguel, nos Açores.

As condições meteorológicas adversas já tinham levado à antecipação do início da prova para quinta-feira, sendo que agora o comité desportivo decidiu que não estavam reunidas as condições de segurança para os atletas competirem, por força do vento forte e consequente ondulação.

A competição prossegue no sábado, no Ilhéu de Vila Franca do Campo, onde vão ter lugar as rondas finais.

Recorde o que aconteceu no Red Bull Cliff Diving antes da etapa dos Açores
Recorde o que aconteceu no Red Bull Cliff Diving antes da etapa dos Açores
Ver artigo

Na primeira ronda, o mexicano Jonathan Paredes foi o melhor entre os homens, ao registar 82,60 pontos, contra 77 de Andy Jones e 72,80 de Gary Hunt, que lidera a classificação geral.

Já nas mulheres, a atual líder da prova, Rhiannan Iffland, registou a marca mais elevada, 71,5 pontos, à frente de Eleanor Townsend Smart (61,1) e Lysanne Richard (55,90).

A prova de São Miguel, que decorre no ilhéu de Vila Franca do Campo, é a quarta da edição deste ano do Red Bull Cliff Diving World Series e representa a oitava visita consecutiva aos Açores do circuito mundial de saltos para a água de grande altura, o que confere ao arquipélago o estatuto da mais antiga referência do calendário.

A competição abarca 23 atletas de 14 países e, de todas as etapas do calendário, "só os Açores oferecem a possibilidade de saltar diretamente das rochas, um tributo às origens do desporto nascido há mais de 200 anos no Havai", valoriza a organização.

Recorde as melhores imagens do primeiro dia nos Açores

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.