O golfista português Vítor Lopes manteve hoje o bom nível exibicional e ascendeu ao ‘top 10’ do Kaskáda Golf Challenge, na República Checa, passando o ‘cut’ no Kaskáda Golf Resort (Par 71), assim como Tomás Melo Gouveia.

O profissional algarvio, de 25 anos, juntou ao cartão inicial de 67 pancadas, quatro abaixo do Par, um segundo com 69 ‘shots’, graças a três ‘birdies’ (uma abaixo) nos buracos 1, 5 e 9 e um ‘bogey’ (uma acima) no 17.

Com um agregado de 136 pancadas (-6), Vítor Lopes subiu quatro lugares no ‘leaderboeard’ do evento do Challenge Tour, depois de no domingo ter conquistado o segundo título consecutivo em Portugal, com as vitórias no terceiro torneio do Circuito FPG e no Amarante Golf Open.

Já Tomás Melo Gouveia não foi tão feliz na jornada de hoje, mas completou a segunda volta no Par do campo, após a ronda inaugural em 68 pancadas, e garantiu uma vaga entre os 34.º classificados, todos com um total de 139 ‘shots’.

Ao contrário de Lopes, que recebeu um ‘wild card’ para jogar o Kaskáda Golf Challenge, e Melo Gouveia, membro do Challenge Tour, Pedro Figueiredo e Pedro Lencart concluíram os 36 buracos com um agregado de 142 pancadas (Par) e ficaram fora, pela distância mínima, do grupo dos 72 jogadores apurados para as últimas duas voltas.

O dinamarquês Martin Simonsen conseguiu, por sua vez, segurar o comando da prova, ao totalizar 129 ‘shots’ (64+65), 13 abaixo do Par, menos um que o alemão Freddy Schott, segundo classificado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.