Dificuldades económicas levaram a equipa Action Express Racing a abdicar de um dos dois carros que tinha em competição no Campeonato Americano de Resistência e a separar os portugueses Filipe Albuquerque e João Barbosa.

O anúncio foi feito por Filipe Albuquerque, que, em comunicado, anunciou que em 2020 fará equipa com os brasileiros Felipe Nasr e Pipo Derani, no Cadillac DPi-V.R número 31 com as cores da Whelen Engineering Racing.

"Vou mudar de carro. A equipa não conseguiu orçamento para os dois carros, mas quis manter-me a todo o custo", vincou o piloto de Coimbra à Agência Lusa.

Filipe Albuquerque confessa-se "surpreendido" com a decisão da equipa de prescindir de um dos dois carros, uma decisão que, para já, deixa João Barbosa apeado.

Albuquerque fará apenas o Campeonato de Resistência, o IMSA WeatherTech SportsCar Championship, composto por quatro corridas: 24 Horas de Daytona, 12 horas de Sebring, Watkins Glen e Road Atlanta.

"Não é a situação ideal, porque gostava de fazer o campeonato completo, mas estas quatro provas vão permitir-me manter em atividade no IMSA. A situação comercial da equipa mudou e daí esta alteração. Porém, já estão todos a trabalhar para ter de volta o carro #5 na grelha num futuro próximo", vincou o piloto de Coimbra.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.