O francês Sebastian Loeb (Citroen) confirmou hoje o triunfo no Rali da Acrópole, Grécia, sexta prova do Mundial da especialidade, e cimentou a sua liderança do campeonato, enquanto o português Armindo Araújo (MINI) se ficou pelo 11.º posto.

O gaulês, oito vezes campeão mundial, venceu pela terceira vez na prova helénica e soma agora 119 pontos, após o quarto êxito da época, face aos 89 do finlandês Mikko Hirvonen (Citroen) e aos 80 do norueguês Mads Ostberg (Ford), ao terminar com um registo de 4:42.03 horas, menos 40 segundos que Hirvonen, enquanto outro finlandês, Jari-Matti Latvala (Ford), e Osterberg ficaram a mais de três e de seis minutos de distância, respetivamente no terceiro e quarto lugares.

Loeb dispunha de escassos 10 segundos de vantagem na liderança antes deste quarto dia de competição e segurou aquela que é a sua 71.ª vitória no Mundial, além da terceira “dobradinha” da época para a Citroen, graças ao segundo posto de Hirvonen.

«Este rali foi muito longo e difícil. Tivemos alguma sorte pela manhã, mas tivemos de lutar arduamente. Foi muito bom. Tentei gerir o carro e os pneus», reconheceu Loeb.

Armindo Araújo concluiu a prova na 11.ª posição, afirmando ter sido «o possível perante todas as dificuldades».

«No dia de hoje pouco ou nada podíamos fazer para subir lugares na classificação e fizemos as especiais com intuito de chegar ao final. Terminámos muito próximo dos pontos, mas acabámos por não conseguir chegar ao nosso objetivo», disse o piloto tirsense.

A próxima prova do Mundial com a participação de Araújo é já a 22 de junho, o Rali da Nova Zelândia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.