O campeão mundial de MotoGP, o australiano Casey Stoner, mostrou-se este sábado desapontado por a pista do Estoril continuar com zonas molhadas, quase 48 horas após ter chovido, e espera que o estado do tempo esteja estável no domingo.

Em conferência de imprensa, depois de conquistar a "pole position" para a prova rainha do Grande Prémio de Portugal de motociclismo, o australiano da Honda não deixou de lamentar que a pista do Estoril não tenha secado completamente.

«É desapontante (a pista) quando eu ponho 100 por cento e um enorme esforço», comentou o piloto, que espera um tempo mais estável para a corrida, até para que se tome a decisão final sobre quais os pneus a usar, uma vez que, durante a tarde, usou equipamento tanto para a chuva como para piso seco.

Com o segundo melhor tempo da qualificação, o espanhol Dani Pedrosa (Honda) lamentou, por seu lado, os vários problemas técnicos que somou desde manhã.

«Tive problemas com os travões na primeira saída. Quando voltei (à pista), percebi que era tempo de fazer alguma coisa porque estava muito atrasado», comentou o espanhol, em relação à sessão de qualificação.

De manhã, Pedrosa conseguiu o tempo mais rápido com a moto de substituição, uma vez que a primeira apresentou problemas técnicos e voltou a falhar à tarde.

«Hoje, fizemos bons progressos, mas temos de dar passos para amanhã (domingo). Os pilotos da Yahama estão fortes, mas espero fazer tudo bem», disse.

O britânico Cal Crutchlow (Yamaha) fez eco da esperança de domingo o tempo se manter seco, porque os pneus macios «funcionam» melhor do que os indicados para o piso molhado e lamentou também a água que ainda se encontra na pista.

«O tempo está escuro e a água ainda lá está. Nós vimos na televisão, mas na pista não», referiu o piloto, adiantando que a consistência da sua moto «está a dar resultados» e que será «difícil estar no pódio».

«Mas vou tentar», prometeu.

Em Moto2, o domínio nestes dois dias tem sido do espanhol Marc Marquez (Suter), que se mostrou satisfeito por no final da qualificação ter «encontrado espaço para fazer um boa volta».

«Para amanhã (domingo), precisamos de concentração e vou fazer o meu melhor. Ainda não estou 100 por cento contente com a minha moto, mas dou já os parabéns à minha equipa», referiu.

Na corrida em que compete o português Miguel Oliveira, em Moto3, o “dono” da “pole position”, o alemão Sandro Cortese (KTM) recordou que o vento sentido hoje no Estoril dificulta a condução das motos mais pequenas, mas está otimista.

«Se não for amanhã (domingo), qualquer dia, com toda a certeza, vamos ganhar», garantiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.