As autoridades regionais alemãs não autorizaram a realização do rali, previsto para decorrer entre 15 e 18 de outubro, em torno do Lago Bostalsee, uma vez que o país se encontra sob fortes restrições em grandes eventos, devido à pandemia de covid-19.

A etapa italiana do WRC, a decorrer nos arredores de Alghero, na Sardenha, estava inicialmente prevista para decorrer entre 29 de outubro e 01 de novembro, mas foi antecipada para não colidir com a Fórmula 1.

“Esta mudança evita conflito de datas com o Grande Prémio de Fórmula 1 da Emilia Romagna, que terá lugar no circuito italiano de Imola no mesmo fim de semana”, referem os organizadores.

A antecipação da data da prova, ainda de acordo com a FIA, irá permitir um “clima melhor” para o rali italiano, que terá “horas adicionais de luz do dia à medida que a Europa entra no outono”.

A temporada de 2020 do WRC, suspensa após as três primeiras provas (Monte Carlo, Suécia e México), devido à pandemia de covid-19, terá sete etapas. Recomeça na Estónia (04 a 06 de setembro) e termina na Bélgica (19 a 22 de novembro).

O francês Sébastien Ogier (Toyota) lidera a classificação, com oito pontos de vantagem sobre o colega de equipa britânico Elfyn Evans. O belga Thierry Neuville (Hyundai) é terceiro a 20 pontos de Ogier.

Entre os fabricantes, a Toyota lidera com 21 pontos de vantagem sobre a Hyundai e 45 à frente da M-Sport Ford.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 813 mil mortos e infetou mais de 23,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.