O sul-africano Giniel de Villiers (Toyota) venceu hoje a quinta de 12 etapas da 43.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, disputado na Arábia Saudita, mas o francês Stephane Peterhansel (Mini) reforçou a liderança dos carros.

O piloto sul-africano gastou 5:09.25 horas para completar os 456 quilómetros cronometrados da especial de hoje, que ligou Riade a Al Qaisumah, de um total de 662 quilómetros de tirada.

De Villiers, vencedor da prova em 2011, deixou o compatriota Brian Baragwanath (Toyota) na segunda posição, a 58 segundos, com Peterhansel a fechar os lugares do pódio, a 2.25 minutos.

O líder da classificação geral bateu o catari Nasser Al-Attyiah (Toyota), quarto na etapa, por 2.13 minutos, e cimentou a vantagem na frente da corrida.

Al-Attyiah está, agora, a 6.11 minutos do piloto do Mini.

O espanhol Carlos Sainz (Mini) voltou a ter um dia negativo, com problemas de navegação, perdendo 15.19 minutos para o vencedor.

O português Ricardo Porém (Borgward) foi 18.º, a 42.29 do vencedor e está já em 26.º, a 3:51.13 horas do líder. O lituano Benediktas Vanagas (Toyota), navegado pelo português Filipe Palmeiro, é 16.º.

Sexta-feira disputa-se a sexta etapa da prova, entre Al Qaisumah e Há'il, com um total de 618 quilómetros, 448 deles cronometrados, cem por cento deles em areia e com muitas dunas pela frente.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.